A BELA Bienal pretende ir além do objetivo de reunir artistas da Europa e da América Latina, justapondo duas diferentes culturas artísticas em um mesmo espaço. O projeto pretende revelar na obra de cada artista, a interferência do meio em que vivem e trabalham, indo além da capacidade criativa individual.

A ideia-força que move a Bienal pressupõe, acima de tudo, uma atitude de inquietação e ousadia com relação à criatividade, de forma que o público possa perceber o resultado do olhar diferenciado e inovador de cada artista. Dessa forma, viabiliza-se a abertura de uma discussão sobre o que realizam, no cenário da arte contemporânea, culturas distantes geograficamente, mas próximas, do ponto de vista criativo.

Em suma, busca-se obter um olhar único ao pensar sobre o universo artístico - o olhar da criatividade individual, permeado por diferentes olhares de vivências próprias de cada artista, seus espaços culturais e lugares de vida cotidiana. Ao partir dessa premissa democrática, a Bela Bienal quer permitir um diálogo entre culturas distintas, mas unidas pela arte, atividade que proporciona uma união sem fronteiras.